Alexandre Mattos comenta rotina do Atlético-MG em quarentena: “Acordei com o Sampaoli ligando”.

Foto Bruno Cantini/Atlético-MG .

Diretor elogia a intensidade do trabalho do treinador argentino, destaca a torcida e a estrutura do Galo e traça objetivo no novo desafio profissional: “Ser campeão”

Por GloboEsporte.com — Belo Horizonte.

Com as atividades suspensas e sem previsão de retorno, o Atlético-MG segue em regime de “home office”. O departamento de futebol continua trabalhando de forma remota, traçando estratégias e modelos de atuação que serão colocados em prática quando a situação se normalizar. Neste cenário, uma dupla que mantém contato direto e diário é Alexandre Mattos e Jorge Sampaoli. O diretor de futebol conversa frequentemente com o treinador e, em uma “live” da TV Galo, revelou como é a convivência à distância com o “intenso” comandante do time.

+ Notícias do Atlético

– Cada dia eu vejo um jogo do Atlético dos últimos seis meses, o elenco não modificou tanto. Faço contatos diários com o Sampaoli. Venho falando sempre com ele. Hoje, acordei com ele me ligando (risos). Ele é uma pessoa muito intensa, é assim fora de campo também, não só ali na beira do campo. Diariamente a gente conversa sobre possibilidades, jogadores. O futebol está parado, a gente não consegue avançar ainda (em negociações), tem o timing pra isso. Não adianta a gente avançar nas coisas, a gente não sabe quando é o retorno. Temos que ter o cuidado – disse o dirigente.

Alexandre Mattos e Sérgio Sette Câmara — Foto: Reprodução/Twitter

Alexandre Mattos e Sérgio Sette Câmara — Foto: Reprodução/Twitter

Mattos fez vários elogios direcionados ao treinador argentino. O GloboEsporte.com apurou que Sampaoli e sua comissão técnica cumprem a quarentena em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte.

– O Sampaoli é extremamente dinâmico, intenso, isso é muito bom. Não deixa ninguém em zona de conforto. Ele exige muito dos atletas e da equipe de trabalho dele. Com isso, fatalmente vai conseguir tirar o melhor de cada um. O contato está sendo excelente, temos uma empatia muito boa. Estamos criando um relacionamento, está sendo muito legal. Pra mim é um aprendizado também, é um treinador de Copa do Mundo, está entre os melhores do país e do mundo. Tem tudo pra dar certo. As coisas têm que caminhar dentro de campo pra gente fazer a alegria do nosso torcedor – avaliou Mattos.

“Já deu pra perceber que em quatro, cinco dias de treinamento, ele já colocou um novo estilo no jogo com o Villa. Quando ele tiver tempo, temos certeza que ele vai desempenhar bem. No momento, temos uma paralisação do futebol. Inclusive nos negócios. Estamos trabalhando bastante pra alcançar nossos objetivos, que é melhorar o nosso elenco” – Alexandre Mattos.

Jorge Sampaoli durante Villa Nova x Atlético — Foto: Bruno Cantini / Atlético

Jorge Sampaoli durante Villa Nova x Atlético — Foto: Bruno Cantini / Atlético

Estrutura e torcida

Na “live” da TV Galo, o novo diretor de futebol do Atlético falou também sobre outros aspectos que envolvem o clube, entre eles a estrutura da Cidade do Galo e a força da torcida alvinegra.

– Excelente (a estrutura do CT). Não deve nada. É melhor que a maioria que eu conheço no mundo. Me senti absolutamente em casa. Tem todas as condições pra qualquer profissional trabalhar. O torcedor atleticano tem que ter um orgulho muito grande do que foi feito lá. E o presidente Sérgio já disse que o que precisar melhorar, vamos melhorar. Mas é excepcional. Tem tudo que é necessário. É excepcional. A palavra é essa. Não deve nada pra nenhuma. É melhor que a esmagadora maioria do mundo. Estamos muito bem servidos – disse, sobre a Cidade do Galo.

Cidade do Galo — Foto: Guilherme Macedo

Cidade do Galo — Foto: Guilherme Macedo

– Eu estou louco pra ver isso (a torcida no estádio). Fui várias vezes sendo adversário e vi a potência que é a massa quando ela canta, principalmente quando canta o hino. Ela mexe mesmo. Estou louco pra ter isso do meu lado muito forte também. Tenho certeza que vai ser uma interação bem legal – falou, sobre a torcida.

Meta: ser campeão

Alexandre Mattos também destacou seu principal objetivo nesta passagem no Atlético: vencer títulos. E destacou o planejamento feito pelo presidente Sérgio Sette Câmara para que isso vire realidade.

– A ideia é melhorar bastante (o elenco), porque os objetivos são muito grandes. A conversa que tive com o presidente Sérgio foi bem franca, direta. Ele passou os últimos anos saneando, equilibrando as contas, e agora chegou o momento (de brigar por coisas maiores). Quando você vai atrás de uma comissão técnica do tamanho do Sampaoli, você entende que é o momento de conseguir algumas coisas dentro de campo que são necessárias pra que a gente consiga avançar cada vez mais. A gente entende a ansiedade de torcedor, quer sempre vencer, assim como nós. Eu chego aqui querendo ser campeão, buscar títulos, construir meu nome no Atlético. Pra isso eu sei que a bola tem que entrar, sei que precisam vir grandes jogadores, pra que a gente conquiste as vitórias.

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol diante do Villa Nova-MG — Foto: Bruno Cantini / Atlético

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol diante do Villa Nova-MG — Foto: Bruno Cantini / Atlético

“A meta de cada um é deixar um legado. Pra deixar legado, pra marcar, você precisa das conquistas. A gente vai tentar planejar e fazer todo o possível pra que elas venham o quanto antes, e a gente sabe do trabalho que o presidente vem fazendo nos últimos anos, este ano também. Mais que qualquer um, ele merece. E tenho certeza que ele vai ser coroado com alguma coisa importante” – Alexandre Mattos.

Digiqole ad

Samuel Moreira da Silva

http://www.kadaesportes.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *