Americano escapa de ser finalizado duas vezes no início da luta, e consegue acabar com o duelo na volta para o segundo round. Chris Weidman bate russo e encerra sequência de duas derrotas

Fonte: Por Combate.com — Las Vegas, EUA

Foi com emoção. Após ser surpreendido pelo russo Alexey Oleynik no primeiro round, chegando quase a ser finalizado por duas vezes, o peso-pesado americano Derrick Lewis fez o que se esperava: voltou para o segundo round disposto a nocautear o rival, e o fez com estilo. Com apenas 32s de disputa na segunda etapa do combate, ele atropelou o veterano com uma sequência devastadora de golpes e chegou a 15 vitórias no UFC, sendo 11 por nocaute.

Derrick Lewis golpeia Alexey Oleynik na sua vitória por nocaute no UFC — Foto: Getty Images

Derrick Lewis golpeia Alexey Oleynik na sua vitória por nocaute no UFC — Foto: Getty Images

A luta começou com Derrick Lewis desferindo um chute alto que ficou na guarda de Oleynik, seguido de um soco antes de levar o russo para a grade. Com muita força, o americano arremessou o rival contra a grade e ficou por cima no chão. Oleynik não conseguia fazer muita coisa, pois não tinha força física para se opor a Lewis. Após tentar aplicar um ezequiel, o russo levantou-se com muita técnica e derrubou o americano, mas não conseguiu mantê-lo sob controle. Após ver Lewis se erguer, Oleynik mais uma vez derrubou o americano, e desta vez encaixou uma gravata. Lewis chegou a “roncar”, mas o russo girou e tentou encaixar uma americana. Lewis resistiu até o intervalo.

Alexey Oleynik tenta finalizar Derrick Lewis no UFC — Foto: Getty Images

Alexey Oleynik tenta finalizar Derrick Lewis no UFC — Foto: Getty Images

Após tomar uma bronca do seu córner pela forma como permitiu que Oleynik o dominasse no chão no round anterior, Derrick Lewis retornou para o segundo round tentando aplicar de cara uma joelhada voadora, e lançando na sequência um direto de direita que acertou em cheio a cabeça de Alexey Oleynik. O russo não resistiu e caiu, e o americano partiu para desferir uma sequência duríssima de golpes, obrigando o árbitro Herb Dean a encerrar a disputa.

Derrick Lewis acerta o golpe que derrubou Alexey Oleynik e abriu o caminho para a sua vitória por nocaute — Foto: Getty Images

Derrick Lewis acerta o golpe que derrubou Alexey Oleynik e abriu o caminho para a sua vitória por nocaute — Foto: Getty Images

Weidman derrota Akhmedov por pontos

Após perder cinco de suas seis últimas lutas, o ex-campeão do peso-médio Chris Weidman finalmente reencontrou o caminho das vitórias no UFC ao derrotar o russo Omari Akhmedov por decisão unânime dos juízes (29-27, 29-27 e 29-28) em uma luta muito disputada, principalmente nos dois primeiros rounds.

Chris Weidman golpeia Omari Akhmedov no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

Chris Weidman golpeia Omari Akhmedov no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

Chris Weidman começou o combate tentando derrubar Akhmedov, mas por três vezes o russo evitou ser derrubado. Mostrando mais velocidade, Akhmedov lançava golpes que passavam perto da cabeça do americano, que insistia na tentativa de levar a luta para o chão, até que, a dois minutos do intervalo, finalmente conseguiu, mas o russo levantou-se rapidamente. O ex-campeão insistiu, e novamente derrubou o rival, desta vez mantendo-o sob controle até o intervalo.

Omari Akhmedov voltou mais agressivo para o segundo round, desferindo golpes e pressionando Chris Weidman, derrubando-o e mantendo a pressão junto à grade. O americano insistia na estratégia de usar o wrestling, mas o russo estava mais atento, e evitava ser derrubado. Após acertar alguns jabs em Weidman, que aparentava estar bastante cansado, Akhmedov derrubou o americano, mas não conseguiu mantê-lo no chão. Mesmo assim, controlou as ações até o fim do round.

No terceiro e último round, mesmo muito cansado, Chris Weidman derrubou Omari Akhmedov, e após dominar as suas costas, tentou uma finalização aranha, mas o russo se defendeu e viu o americano executar a montada. O ex-campeão mantinha Akhmedov dominado no chão, e desferia cotoveladas e socos no rival, que apenas se defendia. A menos de um minuto do fim da luta, o americano tentou encaixar um katagatame, mas o russo se virou de costas, evitando ser finalizado.

Darren Stewart finaliza Maki Pitolo

Na antepenúltima luta da noite, o peso-médio inglês Darren Stewart venceu o havaiano Maki Pitolo por finalização com uma guilhotina aos 3m41s do primeiro round, e chegando a 12 vitórias em 17 lutas na carreira. Após a luta, Stewart exibiu uma camisa em homenagem a Jahreau Shepherd, ex-lutador do Bellator e seu amigo, que foi assassinado este ano, durante a sua festa de aniversário na Inglaterra.

Darren Stewart exibe a camisa de Jahreau Sheperd após vencer Maki Pitolo no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

Darren Stewart exibe a camisa de Jahreau Sheperd após vencer Maki Pitolo no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

A luta começou sendo disputada em alta velocidade, com os dois lutadores lançando golpes muito rápidos, mas sem precisão. Pitolo tomava mais a iniciativa do combate, enquanto Stewart contra-golpeava. Quando a disputa se dirigiu para a grade, o inglês conseguiu preparar uma guilhotina, e ajustou ainda mais a posição até forçar o havaiano a bater em desistência.

Kunitskaya vence Stoliarenko em luta morna

Na única luta feminina do evento, a peso-galo russa Yana Kunitskaya venceu a lituana Julija Stoliarenko por decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27 e 30-27) em um combate sem muita emoção.

Yana Kunitskaya acerta joelhada em Julija Stoliarenko no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

Yana Kunitskaya acerta joelhada em Julija Stoliarenko no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

Yana Kunitskaya começou a luta pressionando Julija Stoliarenko na grade. A lituana tentava usar os cotovelos, mas não tinha espaço para completar os movimentos. A russa aplicava joelhadas na lateral da linha de cintura da rival. Stoliarenko tentou aplicar uma guilhotina, mas perdeu o equilíbrio e caiu. Kunitskaya não dava espaço à rival, mas não era contundente no ataque.

A russa voltou melhor para o segundo round, aplicando uma queda em Stoliarenko, e depois voltando a pressioná-la na grade novamente, desferindo as joelhadas na linha de cintura da rival. No minuto final do round, a lituana foi para o chão e tentou encaixar uma chave de braço, mas Kunitskaya resistiu e se defendeu até o intervalo.

No terceiro round, após a russa mais uma vez levar a luta para a grade, Stoliarenko puxou a luta para o chão, deixando Kunitskaya na sua guarda. Ordenadas a voltar a lutar em pé, já que não havia muita ação, as lutadoras voltaram para a grade, e a russa mais uma vez pressionou a lituana, mantendo-a sob controle até o fim.

Beneil Dariush nocauteia Scott Holtzman no primeiro round

Após não ter batido o peso, o peso-leve iraniano Beneil Dariush conseguiu como consolo uma bela vitória por nocaute sobre o americano Scott Holtzman. Com um soco rodado aos 4m38s do primeiro round, Dariush chegou à vitória em uma luta que vinha dominando na trocação desde o início.

Beneil Dariush acerta o soco rodado que nocauteou Scott Holtzman no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

Beneil Dariush acerta o soco rodado que nocauteou Scott Holtzman no UFC: Lewis x Oleynik — Foto: Getty Images

O primeiro round teve duas interrupções por dedadas no olho praticamente seguidas aplicadas por Scott Holtzman sobre Beneil Dariush. O iraniano recomeçou a luta encurtando a distância para evitar novos golpes do americano, e uma joelhada abalou Holtzman. Dariush manteve a pressão com bons golpes, e dominou as costas do americano junto à grade, mas não conseguiu manter a posição. Após os dois voltarem a trocar golpes por alguns instantes, Dariush acertou um lindo soco giratório, que fez o americano cair já nocauteado, encerrando a luta.

Confira todos os resultados do evento:

CARD PRINCIPAL
Derrick Lewis venceu Alexey Oleynik por nocaute técnico aos 21s do R2
Chris Weidman venceu Omari Akhmedov por decisão unânime (29-27, 29-27 e 29-28)
Darren Stewart venceu Maki Pitolo por finalização aos 3m41s do R1
Yana Kunitskaya venceu Julija Stoliarenko por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27)
Beneil Dariush venceu Scott Holtzman por nocaute aos 4m38s do R1
CARD PRELIMINAR
Tim Means venceu Laureano Staropoli por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)
Kevin Holland venceu Joaquin Buckley por nocaute técnico aos 32s do R3
Nasrat Haqparast venceu Alexander Muñoz por decisão unânime (triplo 30-27)
Andrew Sanchez venceu Wellington Turman por nocaute aos 4m14s do R1
Gavin Tucker venceu Justin Jaynes por finalização a 1m43s do R3
Youssef Zalal venceu Peter Barrett por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)
Irwin Rivera venceu Ali Alqaisi por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Digiqole ad

Samuel Moreira da Silva

http://www.kadaesportes.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *