Com atuação impecável, Amanda Nunes finaliza Megan Anderson e mantém cinturão no UFC 259.

Amanda Nunes com a esposa, Nina Ansaroff, e a filha Raegan — Foto: Getty Images.

Leoa aniquila australiana com atuação perfeita e consegue finalização em apenas 2m03s de luta para defender seu título no peso-pena

Por Combate.com — Las Vegas, EUA.

A maior da história do MMA feminino mostrou mais uma vez segue soberana. No co-evento principal do UFC 259, realizado na madrugada deste sábado para domingo, em Las Vegas (EUA), Amanda Nunes simplesmente aniquilou Megan Anderson em 2m03s de luta para conquistar a vitória por finalização com uma chave de braço. Com o resultado, a Leoa, que também é dona do título do peso-galo (até 61kg), mantém seu cinturão dos penas (até 66kg)..

Esta foi a 12ª vitória consecutiva de Amanda, que possui a segunda maior sequência do Ultimate na atualidade, atrás apenas de Kamaru Usman, com 13.

Amanda entrou disposta a resolver rápido. Sem respeitar a vantagem de envergadura da australiana, a Leoa ditou o ritmo, balançou Anderson com uma bomba de direita, colocou a desafiante no solo e encaixou um triângulo invertido antes de ir para a chave de braço para conseguir uma rápida finalização.

UFC 259
6 de março de 2021, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45 e 49-45)
Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização aos 2m03s do R1
Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desclassificação aos 4m29s do R4
Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização a 1m37s do R3
Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)
CARD PRELIMINAR:
Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (28-29, 29-28 e 30-27)
Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (triplo 30-27)
Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)
Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico aos 4m55s do R1
Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-25)
Kennedy Nzechukwu venceu Carlos Ulberg por nocaute técnico aos 3m19s do R2
Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização aos 3m28s do R3
Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do R1
Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do R1
Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 47s do R2

Assine o Combate Play e assista ao Combate em qualquer lugar

FONTE: TRÓIA SPORTS.

FONTE: LUTA É COMIGO.

Digiqole ad

Samuel Moreira da Silva

http://www.kadaesportes.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *