UFC 262: Charles do Bronx nocauteia Michael Chandler e é campeão peso-leve do UFC.

Charles do Bronx se emociona ao receber o cinturão de campeão peso-leve no UFC 262 — Foto: Getty Images

Brasileiro tem atuação de gala na luta principal do UFC 262, sofre no primeiro round, mas volta arrasador para o segundo round e se torna o segundo brasileiro campeão da categoria

Por Combate.com — Houston, EUA.

Quem disse que para ser rei é preciso nascer em Londres, ter uma mãe rainha, falar inglês e se chamar Charles? Enquanto o mundo inteiro aguarda que o filho mais velho da Rainha Elizabeth, da Inglaterra, algum dia assuma a coroa do trono britânico, outro Charles, nascido no Guarujá, filho de família simples e trazido ao mundo por dona Ozana Oliveira, provou que realeza de verdade não se herda, mas se conquista.

Após quase 11 anos e 28 batalhas no octógono, Charles do Bronx tomou para si o cinturão dos pesos-leves do UFC ao derrotar o americano Michael Chandler por nocaute aos 19s do segundo round neste sábado, no UFC 262, em Houston (EUA). Se os recordes na carreira já deixavam o brasileiro na elite do MMA, o cinturão o coloca na família real do esporte no país..

– Provei que eu posso ser o melhor da categoria. Ei Dana, aposta em mim. Você trouxe um monstro do Bellator e eu disse que ia nocautear, e nocauteei. Eu disse para você que eu era um menino no meio dos leões, mas eu agora sou um leão no meio dos leões! Favela, a gente venceu de novo! Pode chorar, mas chora de alegria, que é nosso! Pode chover pedra, irmão, porque quando a pedra voltar, irmão, vão cair todos. Estava escrito hoje, era meu dia hoje. Filha, está aqui, você pediu, estou levando! – disse Charles do Bronx após a luta.

Desolado após a derrota, Michael Chandler reconheceu a superioridade do brasileiro.

– Acho que vimos um dos caras mais duros do mundo reagir de adversidade, Charles Oliveira é para valer. Eu vou voltar, prometo a todos vocês que eu vou disputar esse cinturão novamente, e vou conquistá-lo.

Confira todos os resultados do evento:

CARD PRINCIPAL
Charles do Bronx venceu Michael Chandler por nocaute técnico aos 19s do R2
Beneil Dariush venceu Tony Ferguson por decisão unânime (triplo 30-27)
Rogério Bontorin venceu Matt Schnell por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Katlyn Chookagian venceu Viviane Araújo por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)
Edson Barboza venceu Shane Burgos por nocaute técnico a 1m16s do R3
CARD PRELIMINAR
André Sergipano venceu Ronaldo Jacaré por finalização aos 3m59s do R1
Lando Vannata venceu Mike Grundy por decisão dividida (29-28, 27-30 e 30-27)
Jordan Wright venceu Jamie Pickett por nocaute técnico aos 1m04s do R1
Andrea Lee venceu Antonina Shevchenko por finalização aos 4m52s do R2
Priscila Pedrita venceu Gina Mazany por nocaute técnico aos 4m51s do R2
Tucker Lutz venceu Kevin Aguilar por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)
Christos Giagos venceu Sean Soriano por finalização aos 3m59s do R2

FONTE: U F C BRASIL.

Digiqole ad

Samuel Moreira da Silva

http://www.kadaesportes.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *